sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

FRASEOLOGIA MILITAR

Ao tempo em que estive na caserna, como oficial  médico do Exército brasileiro (1972-1977), certas frases eram muito citadas por meus companheiros fardados. Sem julgar o mérito dessas frases, relaciono aquelas que ainda conservo na memória:
Antiguidade é posto.
O militar é superior ao tempo.
O militar mora debaixo do quépi.
De insubstituíveis o cemitério está cheio.
Errado por cinco minutos, errado o dia todo. (1)
Quem quer faz, quem não quer manda.
Se só tem tu, vai tu mesmo.
Manda quem pode e obedece quem tem juízo.
Abra-se a sindicância e puna-se o sargento.
Vai para a "cesta" seção. (2)
Levar (ou tomar) carona. (3)
Quem decide pode errar, quem não decide já errou.
Vamos fazer bem feito para fazer só uma vez.
Os melhores são apenas bons para a infantaria
(1) Usada para repreender o militar que chega atrasado ao quartel.
(2) O mesmo que ir para o esquecimento (um trocadilho com a Sexta Seção, o setor que é responsável pelas operações de informação e contra-informação numa unidade militar).
(3) Ser preterido numa promoção.

Nenhum comentário: